Odeio as religiões

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

De fato você já percebeu que não sou um grande amante das instituições religiosas, mas hoje posso dizer que as odeio. Não é que elas tenham me maltratado ou algo do tipo, é só que essas malditas religiões vem atrapalhando minha vida recentemente.

Dia desses chamei uma garota para sair, e ela não pode, pois tinha compromisso. Tudo bem, eu até entendo. Depois chamei outra garota diferente, que provavelmente nem conhece aquela primeira, e adivinhem, ela também tinha compromisso. Onde quero chegar com isso, e porque falar disso nesse momento? É que tanto no caso da garota 1, como da garota 2, os seus “compromissos” eram com aquela babaquice de igreja.

Todas as duas não puderam sair comigo porque tinham que ir pra igreja. Vocês não imaginam o ódio que fiquei com isso. Porra! A tal da igreja rouba os melhores dias para se divertir, que são os sábados e domingos, e logo as horas mais nobres, tarde e noite. Fazendo assim com que não se possa usar essas horas para conhecer novas pessoas ou uma fodinha.

Sabe, eu só queria levar elas pra sair, fazer alguma coisa, depois dar uns beijinhos na boca e quem sabe até na bucetinha. Contudo, entretanto, todavia, a danada da igreja acaba empatando minhas fodinhas, e minhas oportunidades de ser feliz. É óbvio que com isso eu teria que odiar a igreja, já que não posso me divertir com essas gatinhas por causa dela.

Talvez você me pergunte: por que não chama elas para sair durante a semana? A resposta é simples, durante a semana elas e eu, trabalhamos e estudamos. O nosso único tempo disponível então fica sendo o final de semana, dias esses que elas passam na igreja, e eu batendo uma boa e velha punheta já que não tenho nenhuma das duas para fuder.

Éh, essa igreja, desde muitos tempos atrapalhando a vida de nós, meros mortais que só querem chamar uma garota para sair e se divertir um pouquinho. Lembrando sempre que será meu primeiro encontro com essas garotas, então a gente tem que fazer uma coisa bem normal e bem típica, não posso chamar uma garota dessas para ir no motel no meio da madrugada, afinal elas são meninas de Deus.

O jeito é ficar por aqui reclamando e dizendo que odeio as instituições religiosas, que não deixam a gente pensar e ainda de quebra acabam roubando nosso melhor dia para diversão. Ah filhos da mãe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *