A religião e a nossa ignorância

Tempo de leitura: 2 minutos

Você já parou para se perguntar quantas teorias a religião tem?

Quantas histórias e escritos cada uma delas possui?

Pois bem, recentemente encontrei uma informação que pode realmente mudar o mundo e como a gente vive.

Foi um dia desses, tava saindo com uma garota que se dizia muito religiosa, e que vivia indo na Igreja.

Nos conhecemos pelo Tinder e começamos a sair.

Desde do princípio minha intenção era comer ela, afinal ela tinha dois belos pares de seios bem grandes. Mas como não sabia se ela ia me dar bem fácil, fui jogando o jogo dela.

Até que comecei a ser mais safado e no final das contas ela me pagou um boquete e gozei fazendo uma espanhola nela, já que ela era virgem e só queria transar quando a gente namorasse sério.

Foi então num dia desses conversando com ela, que ela me contou umas coisas estranhas que estava lendo na bíblia, e eu como um curioso da religião ouvi o que ela tinha a dizer e depois cheguei em casa e fui olhar aquela parte que ela tinha falado.

Fiquei surpreso ao ver como aquilo estava lá escrito, e logo conclui devido a informação que a religião correta é a judaica e que Jesus foi enviado apenas para salvar os judeus, mas como os judeus disseram que Jesus não os representava, então o filho de Deus veio e salvou nós cristãos.

Por essa razão vim aqui escrever esse texto para você, e te deixar bem claro essa informação.

Também quero afirmar como nós seres humanos somos muito falhos quando se trata de questões como essas.

O grande lance é que nós queremos saber tudo, ter toda a informação, esquecemos que muitas vezes existem coisas que nós nunca seremos capazes de descobrir.

Obvio que a gente tem que continuar procurando, mas precisamos aceitar que não saberemos tudo, não tem como.

Precisamos mesmo admitir a nossa ignorância, e sim, nós podemos fazer suposições baseadas em dados, como essa dos judeus que descobri, sim, isso está lá.

Mas mesmo com isso, talvez exista algum contexto que a gente não conheça, dados que não tenhamos em mãos, coisas que talvez a gente nunca entenda.

E ao viver assim você se prepara para viver em mundo que não conhecemos. Um mundo ainda muito novo para nós, cheio de descobertas, de diferentes crenças, cores, sabores, e gemidos.

A religião nos prova o quanto ainda somos ignorantes, o quanto não sabemos de nada, e mesmo assim queremos saber de tudo.

Queremos julgar o outro por ser ateu, por querer comer a mulher do próximo, por não ir a igreja, por ter uma vida saudável.

Queremos julgar antes mesmo de olhar para dentro e percebemos o quão ignorante somos.

1 comentário


  1. Concordo.As pessoas mais ignorantes nao são as que não sabem de nada,e sim as que acham que sabem (ou podem saber) de tudo.Admitir que não sabemos de tudo nos traz humildade e nos livra de sermos ignorantes.
    Parabéns pelo site.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *