Deus é Ele ou ele?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Tudo começou quando a religião foi criada, disseram que havia um deus lá em cima, que esse deus era único, e por isso deveria ser chamado de Deus. Até aí tudo bem, Deus é Deus, e deus é deus. Com o D maiúsculo é um nome próprio daquele que habita lá em cima, com d minúsculo são os deuses que habitam os céus, sejam gregos, romanos ou qualquer outra doutrina religiosa.

Para esse Deus inventaram também uma história de que se for falar dele, na verdade tem que se falar dEle. Descobri pela internet que isso na verdade foi uma invenção da Igreja Católica e sugerida como regra para escrever suas bíblias.

É algo tão simples, mas que mexe com minha cabeça há muito tempo. Por que preciso escrever que o problema é dEle, por que não posso escrever algo acerca dele. E aí batemos em outra tecla. Tem gente que afirma que o dEle é utilizado para dizer que Deus não é um homem como nós, ele é diferente, que não podemos compara-lo e iguala-lo a nós. Mas e a tal história de que ele é nossa imagem e semelhança, e que ele está dentro de nós.

Algumas coisas são muito contraditórias, querem ao mesmo tempo aproximar Deus do homem e ao mesmo tempo afasta-lo de nós. Não importa se você acredita ou não, importa que ele existindo ou sendo uma história de ficção, ele deveria supostamente ser como nós. É como dizer que nosso chefe pode nós tratar mal simplesmente porque ele está acima de nós.

E se ele é superior para que rezar pra ele. Queridinho, ele não vai-te ouvir, ele é superior e tem um universo inteiro para cuidar. Engana-se você se acha que ele está preocupado com a sua prova ou com sua promoção na empresa.

Quem escreve sobre Ele está admitindo isso sem perceber. Prefiro escrever sobre ele e pronto, como uma pessoa normal. Não importa se ele tem poder e pode controlar o universo, o que importa é que ele é como eu, e por isso deve respeitar os outros. Se ele achar que vou escrever diferente o problema é dEle. Escrevo do jeito que gosto e prefiro, porque existem sim pessoas superiores a nós. Nossos pais, nossos chefes, mas nenhum deve ficar esfregando isso na nossa cara.

Por isso vou continuar a escrever ele, e se você quiser pode escrever Ele, mas lembre-se que ao fazer isso está dizendo que ele não é sua imagem e semelhança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *